Instituto São Fernando

» Notícias

07.02.2011.Educação

II Fórum de Música Gestão Educação e Cidadania

II Fórum de Música Gestão Educação e Cidadania

Nos dias 08 e 09 de outubro e 12,13, 14 e 15 de novembro foi realizado em Vassouras (RJ) o “II Fórum de Música Educação e Cidadania.

 

O evento teve como objetivo estabelecer vínculos entre a rede da música nas esferas do aperfeiçoamento musical, da educação e da gestão cultural. Através desse tripé reuniu integrantes da cadeia produtiva da cultura, com foco na música, como gestores, empresários, produtores culturais, estudantes e profissionais de música, agentes culturais, professores do ensino formal, arte-educadores, gestores públicos, artistas, Pontos de Cultura, ONGs, Sociedades Musicais, Universidades do Estado do Rio de Janeiro e formadores de opinião., assim mais de 200 profissionais e aprendizes estavam reunidos para dar continuidade ao fortalecimento dessa rede cultural.

 

A programação que visou contribuir para o fortalecimento do empreendedorismo sócio-cultural do Estado do Rio de Janeiro, com foco nas regiões Sul Fluminense e Médio Paraíba, contou com oficinas de instrumentos diversos de banda e orquestra, canto coral, lutheria de sopros e cordas, além das mesas, palestras e grupos de trabalho nos temas de educação musical e gestão cultural. Além dessas atividades, também aconteceram concertos, exibição de filme e mostra artística livre.

 

PROGRAMAÇÃO DE OUTUBRO

 

  • Concerto com a Flautista Raquel Magalhães, acompanhada da Harpista Cristina Braga e do Flautista Celso Woltzenlogel.
  • Canções que marcaram a história da televisão brasileira – Coral de Vozes da Globo com participação especial do coro do PIM

 

PROGRAMAÇÃO DE NOVEMBRO

 

  • Apresentação do Projeto Inventário das Fazendas do Vale do Paraíba Fluminense (Instituto Cidade Viva, Instituto Cultural Light, Inepac/SEC RJ) - José Arnaldo Deutsher
  • Apresentação Projeto Raízes do Vale (Pontão de Integração Regional do PIM) - Vânia Matos
  •  Conceitos e Práticas do Turismo Cultural - Ana Lattanzi
  • Empreendedorismo – Sebrae Projetos Culturais, Sociais e Terceiro Setor - Raquel Moreira
  • Espetáculo Teatral – Cia Quiproquo de Teatro – Filelê Poepê – Contos Folclóricos 
  • Exibição Documentário “Contratempo” De Malú Mader e Mine Kert – ONGs que trabalham com Música.
  •  Música e Gestão - Zeca Barros
  • Musicalização nas escolas - Aspectos gerais, dúvidas, esclarecimentos e desafios – Magali Kleber
  • Oficina Educador Brincante, Feliz Estudante – Capacitação para educadores e arte-educadores Pontão de Cultura Cia Cultural Bola de Meia Celso Pan e Jacqueline Baumgratz
  • Planejamento do Ensino de Música na Escola Influência da Música na aprendizagem - Magali Kleber
  •  Política Cultural - Juana Nunes
  • Produção e Comunicação de Ações Culturais e Sociais - Ana Lattanzi
  • Quinteto de Metais dos Professores do II Fórum.
  • Quinteto Vila Lobos
  • Recursos Didáticos Pedagógicos para Musicalização, Leitura e Escrita musical da Educação Infantil às Séries Iniciais - Acácia Picoli
  • Relato da experiência da Cia Crescer e Viver de Circo / Ponto de Cultura - Vinícius Daumas
  •  Roda de Conversa / Debate aberto sobre todos os temas abordadosPresença de todos os especialistas
  • Sustentabilidade e Captação de recursos - Raquel Moreira
  • Toninho Ferragutti com participação especial de Fátima Natividade e Waltinho da Sanfona.

08.09.2010.Educação

Vivenciando a Arte

Estar em contato com a arte é sempre muito bom e conhecer novos artistas é melhor ainda. Com o intuito de tirar do anonimato artistas locais o Espaço do Educador de Vassouras promoveu a 1ª  exposição Vivenciando a Arte, com Pintores locais.

 A exposição aconteceu nos dias 24 e 25 de julho de 2010 de 9h as  21h e pode ser apreciada por moradores e turistas.

 A exposição prestigiou 08 artistas (pintores) de Vassouras, que mostram seus talentos através de maravilhosos quadros de sua autoria, cada artista irá expos 06 obras.

O Espaço do Educador é uma parceria entre Instituto São Fernando e a Prefeitura de Vassouras. O local utilizado na formação de professores da rede municipal de ensino e está localizado na Av. Exp. Oswaldo de A. Ramos, Nº 132 Centro

 Nos dias 12 e 13 de agosto 2010 a Exposição se destinou a visitação dos alunos de Vassouras onde puderam ter a oportunidade de entrar em contato com esta forma de linguagem criada pelos artistas, para expressar a realidade percebida, sentida ou imaginada.

 

Vale ressaltar que o conhecimento em arte amplia as possibilidades de compreensão de mundo e amplia a sensibilidade, a percepção, a reflexão e a imaginação.

 

Vassouras: 48 obras podem ser vistas na mostra Vivenciando a Arte


15.07.2010.Sem categoria

Festival Vale do Café 2010

ANuncio SITE-_BV24_06_AF02


19.05.2010.Sem categoria

Finalização do projeto “Redescobrindo Vassouras” – Programa FoCo 2009

Matéria gravada na Escola Municipal Deputado José Carlos de Miranda
- Bacia de Pedra


12.04.2010.Sem categoria

Por um capitalismo mais limpo

A escala dos problemas ambientais e sociais que enfrentamos hoje exige a articulação de governos, empresários e cidadãos

O recente terremoto no Haiti nos lembra, tristemente, de como é frágil o domínio que temos sobre o planeta. Em poucos dias o tremor causou prejuízos incontáveis, matou centenas de milhares de pessoas e arruinou a vida de muitas outras. O mundo está atento ao que se passou ali e tem enviado alimentos, água limpa e remédios. Os governos, ex-presidentes americanos, empresas, pessoas comuns e até mesmo um número grande de crianças estão ajudando o Haiti com doações, serviços ou eventos. Em meio a essa reação extraordinária, uma das tarefas mais difíceis tem sido coordenar os recursos e fundos de tal forma que cheguem às linhas de frente de maneira eficaz e a tempo.

O desafio do Haiti nos lembra que, para resolver grandes problemas, é preciso que governos, empresas, organizações não governamentais e indivíduos trabalhem em extrema sintonia. Para um futuro melhor, é fundamental que se criem modelos de filantropia de maior qualidade. Embora em alguns casos a crise financeira dos últimos 18 meses tenha reduzido o volume de financiamentos vitais para muitas instituições sem fins lucrativos, ela também fez com que a geração mais recente de filantropos avaliasse como trabalhar de modo mais eficaz para garantir que os melhores projetos atinjam um resultado de ampla escala.

Jeff Skoll, por exemplo, um dos fundadores do eBay, recorreu a suas habilidades empresariais para criar a Participant, uma nova empresa cinematográfica que combina entretenimento com conscientização sobre questões importantes. Skoll fez filmes engajados, como Uma Verdade Inconveniente, um documentário fantástico protagonizado pelo ex-vice-presidente americano Al Gore sobre as mudanças climáticas, The Soloist (“O solista”), um filme encantador que trata da questão dos sem-teto nos Estados Unidos, e ainda Countdown to Zero, sobre a necessidade de banir as armas atômicas do mundo.

Nos últimos 20 anos, assistimos à criação de fortunas maiores do que o PIB de muitos países. Isso requer uma forma mais benevolente de capitalismo – um modelo que crie riqueza e use parte dela de forma mais responsável. As empresas têm hoje um novo objetivo – provar que o capitalismo, por si só, não basta. Além do lucro, é preciso também tornar o mundo um lugar melhor. Para algumas pessoas, isso significou criar fundações enormes para a distribuição de riqueza. Para outras, colocar a responsabilidade social e as boas práticas de trabalho no coração da empresa. O debate sempre vai existir: a caridade pura e simples é melhor do que o investimento que promove o crescimento econômico? Tratase, porém, de um debate fútil. O mundo precisa hoje de toda a ajuda que puder conseguir para lidar com a escala dos problemas ambientais e sociais que enfrentamos.

Há alguns anos, criamos uma fundação sem fins lucrativos, a Virgin Unite. Seu objetivo é simplesmente unir a capacidade de transformação de pessoas que podem resolver problemas prementes. Queremos ser elementos catalisadores de novas maneiras de proporcionar saúde em larga escala, estimulando a paz e reduzindo os fatores que contribuem para a mudança climática. Ajudamos a criar a organização The Elders, grupo formado por pessoas como Nelson Mandela, Desmond Tutu, Jimmy Carter e Kofi Annan, que atuam discretamente nos bastidores ajudando a resolver os conflitos mundiais. Estamos trabalhando na criação do Centro de Controle de Doenças em parceria com o governo sul-africano e líderes do setor de saúde, num esforço para erradicar o sofrimento causado por doenças evitáveis e que podem ser tratadas. Também ajudamos a criar um Comando de Guerra ao Carbono, que permitirá ampliar a escala de novos modelos de negócios atentos à mudança climática. Como não temos todas as respostas, trabalhamos com parceiros e especialistas de primeira linha. Com frequência, eles sabem o que fazer, mas não tiveram a oportunidade de ser ouvidos.

É fascinante observar como diferentes setores da sociedade geram novas parcerias, por vezes improváveis, que permitirão lidar com grandes desafios. Com o aprofundamento da globalização, cresce a distância entre ricos e pobres. Temos de recorrer à tecnologia e ao conhecimento das empresas para construir um mundo mais próspero e saudável para todos. Isso exige que nós – movidos por um sentimento profundo de humildade e de respeito – nos associemos a parceiros e a pessoas nas diversas linhas de frente. O retorno vai depender do quanto estivermos dispostos a oferecer. As soluções virão a um custo baixo se mantivermos a atual geração de filantropos compromissados e participantes.

Fonte: www.portalexame.com.br


12.01.2010.Educação

Redescobrindo Vassouras: como o projeto Foco aproximou a comunidade de sua história

Atividades do projeto FoCo

Atividades do projeto FoCo

Vários alunos do pré-escolar ao 5º ano da rede municipal começaram a conhecer o município de Vassouras através do projeto “Redescobrindo Vassouras”. Essas descobertas em sala de aula aconteceram em função do programa FOCO (Formação Continuada), promovido pelo Instituto São Fernando (ISF) em parceria com Prefeitura Municipal e o Centro de Educação e Documentação para Ação Comunitária (CEDAC). O programa desenvolve a formação dos professores através da atualização de conteúdos relacionados à Língua Portuguesa. O conteúdo das séries iniciais (até o 2º ano) aborda a aquisição do sistema alfabético de escrita. O conteúdo direcionado aos docentes do 3º, 4º e 5º ano, enfoca o ensino da ortografia e o desenvolvimento de habilidades de leitura dos alunos. Assim os professores utilizam a leitura como ferramenta para desenvolver o aprendizado dos alunos.

Atividades do projeto FoCo

Com o projeto “Redescobrindo Vassouras”, as aulas foram mais ricas, pois trabalharam a cultura local, proporcionando a oportunidade de descobrir e redescobrir a cidade, despertando assim o interesse dos alunos. O resultado é constatado no aprendizado dos alunos, que demonstram melhora em suas habilidades de leitura e escrita. No período que antecedeu as férias escolares, os alunos participantes do projeto “Redescobrindo Vassouras”. realizaram apresentações dos trabalhos que desenvolveram ao longo do semestre. Cada segmento desenvolveu um tipo de projeto que tinha como produtos finais: um livro, calendário e folder. Os projetos desenvolvidos foram:

  • Educação infantil e 1º anos – Livros de lendas da cidade
  • 2º ano: calendário 2010 com as festividades da cidade
  • 3º ano: Folheto turístico visite nossa cidade
  • 4º e 5º ano: livro das personalidades de Vassouras
Atividades do projeto FoCo

Atividades do projeto FoCo

O resultado foi muito positivo, tendo satisfeito os alunos, pais, professores e diretores envolvidos. A professora Adriana Brum Pereira, da Escola Thiago Costa, relatou que as crianças aprenderam muito com pesquisa, leitura, transcrição, e até mesmo com o passeio que fizeram para conhecer os pontos turísticos de Vassouras e assim comeram a produzir seus próprios textos.

“O projeto causou um impacto na comunidade, pois muitos conheciam Barra do Piraí mas desconheciam Vassouras. Até os pais dos alunos chegavam a escola e diziam: ─ Nossa. Vassouras é assim!”, comemora Tânia Marcia, Diretora da Escola Natalino de Melo.

Entre os dias 09 e 14 de dezembro as escolas reuniram seus alunos, pais e professores para apresentar as atividades feitas em sala de aula. De forma lúdica, ficou evidente que professores, alunos, pais e amigos estão aprendendo mais. O projeto Foco é uma das ações que o Instituto São Fernando apoia em Vassouras, e é apenas um dos seus exemplos de sucesso.

Márcia Helena Resende dos Santos
Analista de Educação

Tags:  


Fatal error: Call to undefined function icl_post_languages() in /institutosaofernando.org.br/www/adm/wp-content/themes/isf/index.php on line 69