Instituto São Fernando

Notícias

10.09.2009.Institucional

Talents 2009: um Programa de Intercâmbio Social inovador

Talents 2009

Johnson, André Zollinger, Briana Swette, Guilherme Cezar Coelho, André Dametto, Max Branzburg

De junho a setembro de 2009 o Instituto São Fernando contou com o apoio de sete estudantes de universidades americanas, os Talents 2009. O objetivo do programa foi desenvolver técnica e gerencialmente os projetos do Instituto, através de práticas de benchmarking e planejamento. Cinco dos estudantes eram da Universidade de Stanford (Califórnia, EUA), um de Berkeley (Califórnia, EUA) e um de Princeton (Filadélfia, EUA).

Dentre os principais resultados gerados nos projetos, destacam-se: o planejamento detalhado do Centro de Políticas Públicas, um dos projetos mais promissores do Instituto; a estruturação dos projetos de Vida Marinha, Reflorestamento e Agricultura Orgânica, que se referem ao Programa Agroecologia; e a análise quantitativa de dados dos alunos da rede municipal de Vassouras desde 2004. Para gerar estes resultados foi necessário o envolvimento direto dos Talents com as comunidades impactadas. Calvin Johnson, estudante de Berkeley, relata que precisou aprender o que estava acontecendo no projeto de Orgânicos e na indústria de agricultura na região de Vassouras. “Eu fui à cidade, falei com o gerente da associação, com associados, produtores convencionais, empresários da industria de agricultura convencional e com políticos”, afirma Calvin.

O projeto Talents 2009 foi marcado por seu caráter inovador, uma vez que o Instituto atuou na seleção de estudantes em instituições de primeira linha, na alocação dos mesmos nos projetos do portfólio de acordo com suas competências e interesses, no monitoramento dos resultados gerados e na avaliação final do projeto. Cada Talent teve a oportunidade de planejar e apresentar seus produtos em reuniões de acompanhamento. “Escrevi um relatório com informação específica e detalhada sobre as minhas idéias para o projeto, e com algumas sugestões estratégicas. Este relatório vai servir para informar os coordenadores do projeto dentro do ISF e os stakeholders fora do ISF também.”, explica Calvin.

Para proporcionar uma estada agradável aos participantes, o Instituto disponibilizou hospedagem em um agradável apartamento no bairro do Leblon, Rio de Janeiro, além de ajuda de custo para gastos diários dos estudantes. Dentre as maiores surpresas apontadas pelos estudantes, destaca-se a grande estrutura de projetos que o Instituto gerencia, apesar de sua estrutura enxuta. Também apontam o idealismo da proposta do Instituto como um grande diferencial na atração de estudantes talentosos. Max Branzburg, estudante de Princeton, apontou que seu intercâmbio no ISF foi espetacular, principalmente em razão da visão ambiciosa dos líderes do ISF, os contatos que foram desenvolvidos e as metas que os projetos começaram a alcançar. Para mais detalhes técnicos do projeto, acesse o Projeto Talents.

O objetivo do Instituto São Fernando é sustentar os ganhos trazidos pelo Talents 2009, além de aumentar a diversidade dos estudantes envolvidos. Sendo assim, o projeto Talents 2010 mesclará estudantes de instituições brasileiras e estrangeiras. O processo seletivo para a segunda turma já está aberto. Os interessados devem encaminhar para o Instituto o currículo profissional e uma redação em língua portuguesa com o seguinte título: “Como eu posso apoiar o Instituto São Fernando a alcançar resultados cada vez melhores em seus projetos”. O e-mail de contato é: contato@institutosaofernando.org.br. Divulgue esta causa de talento.

Tags:  

23.05.2009.Agroecologia, Institucional

Semana do Alimento Orgânico divulga produção orgânica do município de Vassouras e forma novos consumidores

Semana do Alimento Orgânico, Vassouras - maio 2009

Banner com vantagens e benefícios do alimento orgânico

Aconteceu na última semana de maio de 2009 a quinta edição da Semana do Alimento Orgânico, desenvolvida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e segunda edição em que participou o município de Vassouras, com o patrocínio e apoio gerencial do Instituto São Fernando. O evento visa ao fortalecimento e divulgação da produção orgânica no município de Vassouras, criando e educando novos consumidores.

O produtor Georgino Avelino Neto, da fazenda Galo Vermelho, destaca a importância da Semana do Alimento Orgânico para chamar a atenção ao fato de que geralmente se consome o que não é tão saudável. Substituir essa prática pela busca por uma melhor alimentação, consumindo mais produtos orgânicos, ajuda a prevenir doenças.

Semana do Alimento Orgânico, Vassouras - maio 2009

Produtores e os produtos orgânicos

Esta foi uma feira especial, por ter sido a primeira vez que durou toda uma semana. Com barraquinhas expostas na praça principal de Vassouras, participaram do evento produtores das seguintes fazendas: São Fernando, Vila Serena, Sitio Primor, Galo Vermelho. Além de venderem seus produtos, a produtora D. Mariana ofereceu uma aula ao ar livre sobre diversas maneiras de se preparar saladas orgânicas, a qual fez muito sucesso. A semana também contou com a participação de músicos do Programa de Integração pela Música. O público também foi agraciado com brindes do evento e o sorteio de cestas.

Durante a semana também foi realizada uma Oficina com Merendeiras, oferecida pelo ISF no espaço do SENAI para 19 participantes, que aprenderam a utilizar melhor os alimentos orgânicos no seu dia a dia. Foram utilizadas receitas dos próprios moradores da cidade.

População de Vassouras comparece à Semana do Alimento Orgânico 2009 em Vassouras

População de Vassouras comparece à Semana do Alimento Orgânico 2009 em Vassouras

O público principal da feira foi composto por professores e alunos, que posteriormente retornavam com seus pais. “Percebe-se que o aluno hoje educa os pais, pois desde cedo se preocupam com questões de sustentabilidade e educação ambiental”, salienta Georgino. Durante o evento era feito o cadastro de potenciais clientes para cestas a domicílio, a serem entregues nas cidades de Vassouras e Rio de Janeiro.

Segundo Marcos Nogueira, gerente da fazenda São Fernando, a audiência da Semana foi muito boa. “Houve uma expectativa de que aconteceria a Semana de Orgânicos todos os sábados, tanto que repetimos no outro sábado devido ao sucesso”, comemora Marcos. Dentre os resultados da Semana, percebe-se uma frequência cada vez maior, e também um grau de conhecimento maior do próprio público, que faz perguntas mais elaboradas.

Conheça aqui o projeto Orgânicos do Vale, o qual apoia a Semana do Alimento Orgânico.


29.04.2008.Educação, Institucional

Comunidade rural de Vassouras ganha creche

A inauguração da Creche Mariana Crioula, em 28 de abril de 2008, marcou uma nova etapa na vida de dezenas de moradores do distrito de Massambará, em Vassouras. Construída e equipada pelo Instituto São Fernando, a creche é a primeira do município a atender à comunidade rural da região. A turma inicial tem 30 crianças com idades entre 6 meses a 5 anos, cujas mães podem agora trabalhar na agricultura e ajudar na renda familiar.

Durante a inauguração, o presidente do ISF, Ronaldo Cezar Coelho, declarou: “A creche faz parte do sonho da escola de Massambará. É um pequeno exemplo. Uma semente. Porque ninguém é tão pobre que não possa dar. Se comerciantes, empresários, industriais e fazendeiros se juntarem, poderão fazer mais pela educação em suas cidades”.

Já o prefeito Eurico Júnior lembrou que as crianças poderão ingressar no complexo educacional de Massambará na maternidade e sair no nono ano. A secretária municipal de educação, Rosane de Barros Alves, salientou, por sua vez, que as mães poderão trabalhar na lavoura enquanto seus filhos permanecem “num lugar seguro, e com uma educação de qualidade”. As obras duraram dois anos.

Construída em estilo colonial, a creche oferece berçário, refeitório e salas de atividades. Seu nome é uma homenagem a uma heroína negra da região. Mariana Crioula foi companheira de Manoel Congo, que comandou uma revolta de escravos em meados do século XIX e liderou um quilombo na região. A moradora Cristina de Fátima Rodrigues Rebelo comentou: “A gente estava na expectativa desde a construção. Sempre que eu passava pela frente já sonhava em ver meu filho aqui, porque é uma oportunidade para as mães poderem trabalhar e também ajudarem na renda familiar.”