Warning: ob_start(): non-static method wpGoogleAnalytics::get_links() should not be called statically in /vhosts/institutosaofernando.org.br/www/adm/wp-content/plugins/wp-google-analytics/wp-google-analytics.php on line 259
FoCo - Instituto São Fernando

Instituto São Fernando

FoCo

FoCo (Formação Continuada) é um abrangente projeto de formação continuada para educadores em toda a rede de ensino fundamental 1 de Vassouras. O projeto é operacionalizado pelo CEDAC e tem dois características importantes: atua simultaneamente nas redes de ensino fundamental municipal e estadual – o que representa uma abrangência inédita no país – e dedica atenção especial ao corpo docente.

Escopo

Em parceria com o Centro de Educação e Documentação para Ação Comunitária (CEDAC), o FoCo atende às 24 escolas da rede municipal de Vassouras e às sete da rede estadual. Isto representa mais de cinco mil crianças impactadas. Nossa convicção é de que podemos elevar a qualidade do ensino em Vassouras estimulando tanto o aprendizado das crianças quanto a formação de professores, diretores e orientadores pedagógicos e educacionais. Soma-se a isso a integração da comunidade em torno da escola com o objetivo de melhorar o desempenho dos alunos.

A idéia geral é implantar em Vassouras uma cultura profissional entre os educadores. Cabe aos professores planejar, executar e supervisionar as atividades em sala de aula. Já os diretores devem agir também como educadores, e não apenas como gestores. Os orientadores, por sua vez, precisam atuar como formadores do corpo docente. O resultado dessa integração terá um impacto positivo no rendimento dos estudantes, reduzindo significativamente os índices de defasagem escolar e repetência de alunos na região.

Dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação, indicam um alto índice de distorção entre idade e nível de escolaridade em Vassouras: 49,5% dos alunos do quinto ano (antiga quarta série) deveriam estar em fase mais avançada em seus estudos. Esse índice aumenta para 51,1% no final do nono ano (antiga oitava série).

Para reverter esse quadro, é essencial uma cultura colaborativa não só entre educadores, mas entre o Estado do Rio de Janeiro e a Prefeitura de Vassouras. A formação profissional deve ser um trabalho constante, integrado ao cotidiano das escolas e às políticas públicas.

Em 2007, o ISF propôs à Prefeitura de Vassouras e à Secretaria de Educação do Governo do Estado do Rio de Janeiro uma parceria de cinco anos para levar o FoCo adiante nas escolas das redes de ensino municipal e estadual. A proposta foi aceita e, logo no primeiro ano, quatro eixos de capacitação foram implementados, da seguinte forma:

  • Formação profissional continuada de gestores para diretores.
  • Formação profissional continuada de grupos de apoio para orientadores pedagógicos e educacionais.
  • Oficinas de arte para professores, diretores e equipes técnicas da secretaria e coordenação
  • Ateliê de educação patrimonial para estudantes do oitavo e nono ano. O seu resultado foi a produção de um site com  levantamento da memória acessada.

Devido à resposta positiva dos educadores, o ISF pode dar continuidade ao projeto, ampliando suas atividades e oferecendo também em 2008:

  • Oficina de língua portuguesa para professores do ensino fundamental I (do primeiro ao quinto ano).
  • Ateliê de educação patrimonial para professores de história.
  • Espaço do Educador.

Equipado com biblioteca, o Espaço do Educador possui também ludoteca, videoteca, sala para discussões e aulas e computadores conectados à internet de banda larga. Está localizado no andar térreo da Câmara dos Vereadores de Vassouras.

Nossas metas incluem a conquista do Indicador de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) proposto pelo MEC, a redução significativa do índice de alunos reprovados, permitir que 100% dos estudantes sejam capazes de ler e escrever ao fim do terceiro ano e permitir que ao final do quinto ano eles sejam capazes de usar a leitura como ferramenta de estudo. E ainda: o comprometimento dos diretores com aspectos educativos do ambiente escolar, a elaboração de um plano curricular em arte para as redes educacionais, a implantação de atividades habituais de artes visuais, a valorização da escola diante da comunidade escolar e, de modo geral, contribuir para o aprimoramento das políticas educacionais.

Resultados

Os impactos dos trabalhos desenvolvidos no FoCo são mensurados no projeto Marco Zero.