Warning: ob_start(): non-static method wpGoogleAnalytics::get_links() should not be called statically in /vhosts/institutosaofernando.org.br/www/adm/wp-content/plugins/wp-google-analytics/wp-google-analytics.php on line 259
2009 agosto - Instituto São Fernando

Instituto São Fernando

Notícias

19.08.2009.Agroecologia

Visita a produtores de tomate no Vale do Café evidencia oportunidades de atuação

Visita a produtores de tomate no Vale do Café

Produtor de tomate

A fim de promover a agricultura ecológica e atrair produtores de tomate nos municípios de Vassouras e Paty do Alferes, o Instituto São Fernando (ISF) encaminhou técnicos para conhecer os produtores tradicionais e entender sua forma de produção. Desta forma, foi identificada a visão destes produtores e seu grau de interesse de migrar para a produção orgânica.

A primeira visita, em 09.07 foi realizada ao Mercado Estadual de Paty do Alferes, na qual participaram o coordenador de Agroecologia do ISF, Idelberto Miranda, o Gerente da Fazenda São Fernando, Marcos Nogueira, e os estagiários Max e Calvin, participantes do projeto Talents 2009. O objetivo da visita foi conhecer como funciona a comercialização da produção de tomates na região, verificando desde a chegada das mercadorias até a forma como eram comercializadas. Tiveram também a oportunidade de conhecer a relação dos produtores com um fornecedor de insumos e as lavouras da região de Vassouras, de pequenos a grandes produtores, para que tivessem uma noção das relações entre a produção e a comercialização.

A segunda visita, em 18.08, buscou investigar a possibilidade de substituir as práticas convencionais nos diversos elos da cadeia de produção do tomate, migrando para a agricultura orgânica. Os técnicos do Instituto puderam ouvir dos produtores as causas do não abandono do cultivo tradicional, e o grau de interesse de participarem de uma fazenda incubadora, onde pudessem aprender as técnicas agroecológicas. A visita mostrou que para ser feita alguma ação junto aos produtores será necessária a mobilização dos produtores em seus distritos, para que haja maior envolvimento e participação da comunidade.

Nas duas visitas a campo quem acompanhou o grupo foi o Sr. Jorge Barreto, vereador do município de Vassouras, produtor de tomate e liderança local. Segundo Jorge, todos os produtores visitados têm uma grande queixa: as dificuldades de mercado. “A dificuldade não é produzir, mas sim comercializar”, afirma Jorge. Outro ponto percebido é que, pelo fato de a região ter um plantio de tomate há muitos anos, o índice de pragas e doenças é elevado. Desta forma, o produtor não acredita que possa cultivar tomate orgânico sem agrotóxicos e fertilizantes químicos, o que dificulta a adesão do produtor tradicional à produção orgânica.

Dentre as perspectivas da visita para o futuro dos produtores de tomate, Jorge acredita que o futuro dos produtores está na produção orgânica, pois nas condições atuais não estão conseguindo ter um ganho justo. “Hoje as pessoas estão procurando oportunidades de emprego na cidade, buscando mais segurança. Para reter o homem do campo é necessário um empenho integrado de instâncias federal, estadual e municipal, de forma a manter o agricultor no campo, evitando custos posteriores na cidade”, argumenta Jorge.

Todas as visitas serviram de base para coleta de informações que direcionarão o trabalho de mobilização dos tomateiros pelo ISF, a ser elaborado em parceria com a consultoria Agrosuisse. O coordenador Idelberto Miranda relata que as visitas foram fundamentais para evidenciar a abertura por parte dos produtores para a produção orgânica, cabendo para tal uma proposta consistente de melhora na qualidade e rentabilidade da produção, comercialização e, consequentemente, da qualidade de vida dos impactados. Espera-se com isso manter o homem do campo em condições dignas, com a autoestima elevada e autonomia para desenvolver suas ações.


12.08.2009.Educação

Correção de Fluxo: uma nova proposta de política educacional para o município de Vassouras

Foi iniciado em fevereiro de 2009 o planejamento do projeto Correção de Fluxo, uma parceria da Secretaria Municipal de Educação do município de Vassouras, o Instituto São Fernando e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC). O objetivo do projeto é diminuir o alto índice de alunos em defasagem idade-série, buscando diminuir os índices de repetência e evasão escolar.

Este projeto é um esforço importante e necessário para complementar a Política Educacional dos projetos de Formação Continuada de educadores e Turmas de Apoio, uma vez que, tendo preparado os professores e corrigido as distorções emergenciais de alfabetização, é necessário restabelecer a série de acordo com as idades dos alunos. Com estes três projetos será possível estancar os maus índices de educação do município de Vassouras no longo prazo. Segundo a educadora Elaine Ana Ferreira, muitos conteúdos da escola formal precisam ser substituídos para que o projeto Correção de Fluxo se consolide, uma vez que receberá alunos com idade mais avançada.

Este debate vem sendo promovido desde o início do ano. Em 30 de março foi realizada a primeira visita do CENPEC ao município, a fim de discutir o projeto Correção de Fluxo com o Prefeito, a Secretaria Municipal de Educação (SME), a Câmara de Vereadores e Coordenadoria Estadual de Educação (CEE). O ISF teve papel fundamental na mobilização deste encontro. Em 24 de junho houve uma segunda visita com representantes da SME e CEE, a fim de discutir em detalhes a metodologia do trabalho. Finalmente, nos dias 10 e 11 de setembro, a professora Vanda Noventa, do CENPEC, realizou reunião com gestores do município e equipes pedagógicas envolvidas.

Acompanhe em nosso site a evolução do projeto Correção de Fluxo.