Warning: ob_start(): non-static method wpGoogleAnalytics::get_links() should not be called statically in /vhosts/institutosaofernando.org.br/www/adm/wp-content/plugins/wp-google-analytics/wp-google-analytics.php on line 259
Orgânicos Do Vale - Instituto São Fernando

Instituto São Fernando

Notícias

03.12.2009.Agroecologia

Associação de Produtores Orgânicos do Vale participa do Evento Degusta Rio

Ocorreu entre 12 a 15 de novembro a 5º edição do evento gastronômico Degusta Rio, realizada nos Armazéns 2 e 3 do Porto do Rio de Janeiro. A Associação de Produtores Orgânicos do Vale foi convidada pelo SEBRAE a participar como expositora do evento, proposta que os associados prontamente aceitaram pela importância de divulgar a marca, prospectar novos clientes e enriquecer o conhecimento do grupo.

Estande da Associação de Produtores Orgânicos do Vale no Degusta Rio 2009

Estande da Associação de Produtores Orgânicos do Vale no Degusta Rio 2009

O Degusta Rio se destacou pela sua diversidade: diversão, boa comida, cursos, workshops, palestras e claro, degustações, fizeram parte da programação. Foram quatro dias de evento, com a presença de cerca de 80 bares e restaurantes mais interessantes e badalados da cidade do Rio de Janeiro, além dos novos que se revelaram recentemente. Havia também espaços voltados para sobremesa, cachaça, vinho e produtos gastronômicos.

Estiveram presentes no evento representantes da Associação Fazenda Galo Vermelho, Fazenda São Fernando, Fazenda Colina Maria do Socorro e Estação Quatro por Quatro, SEBRAE e a consultoria Agrosuisse. O estande da Associação foi montado pelo SEBRAE, que também disponibilizou o material para propaganda.

O interesse dos participantes foi bem grande, evidenciando a existência de um mercado bastante promissor. O público visitante também se mostrou muito atraído pelas cestas a domicílio. Como pode-se perceber, o evento foi proveitoso para o enriquecimento e fortalecimento da Associação, e servirá como modelo para os próximos eventos.

Marcos Nogueira
Associação de Produtores Orgânicos do Vale


19.08.2009.Agroecologia

Visita a produtores de tomate no Vale do Café evidencia oportunidades de atuação

Visita a produtores de tomate no Vale do Café

Produtor de tomate

A fim de promover a agricultura ecológica e atrair produtores de tomate nos municípios de Vassouras e Paty do Alferes, o Instituto São Fernando (ISF) encaminhou técnicos para conhecer os produtores tradicionais e entender sua forma de produção. Desta forma, foi identificada a visão destes produtores e seu grau de interesse de migrar para a produção orgânica.

A primeira visita, em 09.07 foi realizada ao Mercado Estadual de Paty do Alferes, na qual participaram o coordenador de Agroecologia do ISF, Idelberto Miranda, o Gerente da Fazenda São Fernando, Marcos Nogueira, e os estagiários Max e Calvin, participantes do projeto Talents 2009. O objetivo da visita foi conhecer como funciona a comercialização da produção de tomates na região, verificando desde a chegada das mercadorias até a forma como eram comercializadas. Tiveram também a oportunidade de conhecer a relação dos produtores com um fornecedor de insumos e as lavouras da região de Vassouras, de pequenos a grandes produtores, para que tivessem uma noção das relações entre a produção e a comercialização.

A segunda visita, em 18.08, buscou investigar a possibilidade de substituir as práticas convencionais nos diversos elos da cadeia de produção do tomate, migrando para a agricultura orgânica. Os técnicos do Instituto puderam ouvir dos produtores as causas do não abandono do cultivo tradicional, e o grau de interesse de participarem de uma fazenda incubadora, onde pudessem aprender as técnicas agroecológicas. A visita mostrou que para ser feita alguma ação junto aos produtores será necessária a mobilização dos produtores em seus distritos, para que haja maior envolvimento e participação da comunidade.

Nas duas visitas a campo quem acompanhou o grupo foi o Sr. Jorge Barreto, vereador do município de Vassouras, produtor de tomate e liderança local. Segundo Jorge, todos os produtores visitados têm uma grande queixa: as dificuldades de mercado. “A dificuldade não é produzir, mas sim comercializar”, afirma Jorge. Outro ponto percebido é que, pelo fato de a região ter um plantio de tomate há muitos anos, o índice de pragas e doenças é elevado. Desta forma, o produtor não acredita que possa cultivar tomate orgânico sem agrotóxicos e fertilizantes químicos, o que dificulta a adesão do produtor tradicional à produção orgânica.

Dentre as perspectivas da visita para o futuro dos produtores de tomate, Jorge acredita que o futuro dos produtores está na produção orgânica, pois nas condições atuais não estão conseguindo ter um ganho justo. “Hoje as pessoas estão procurando oportunidades de emprego na cidade, buscando mais segurança. Para reter o homem do campo é necessário um empenho integrado de instâncias federal, estadual e municipal, de forma a manter o agricultor no campo, evitando custos posteriores na cidade”, argumenta Jorge.

Todas as visitas serviram de base para coleta de informações que direcionarão o trabalho de mobilização dos tomateiros pelo ISF, a ser elaborado em parceria com a consultoria Agrosuisse. O coordenador Idelberto Miranda relata que as visitas foram fundamentais para evidenciar a abertura por parte dos produtores para a produção orgânica, cabendo para tal uma proposta consistente de melhora na qualidade e rentabilidade da produção, comercialização e, consequentemente, da qualidade de vida dos impactados. Espera-se com isso manter o homem do campo em condições dignas, com a autoestima elevada e autonomia para desenvolver suas ações.


05.06.2009.Agroecologia

Vassouras comemora a Semana do Meio Ambiente com a valorização da cultura do alimento orgânico

Semana do Meio Ambiente, Vassouras - junho 2009

Estudantes em Visita à Semana do Meio Ambiente 2009 em Vassouras

Em 5 de junho de 2009, Dia do Meio Ambiente, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente da cidade de Vassouras promoveu uma intensa comemoração na antiga estação onde hoje funciona a Reitoria da USS. A maioria do público era composta por crianças da rede pública de educação. A Associação dos Orgânicos do Vale foi convidada pelo vice-secretário Fernando Carvalheira a montar um stand no local, com o patrocínio e apoio gerencial do Instituto São Fernando. No local foram colocados cartazes e vídeos da Embrapa, e distribuídos materiais sobre alimentos orgânicos. Durante o evento também era feito o cadastro de possíveis clientes para cestas a domicilio, a serem entregues em qualquer localidade das cidades de Vassouras e Rio de Janeiro.

A previsão é que a Semana do Meio Ambiente ocorra em todos os anos, sempre próxima à Semana do Alimento Orgânico. Valorizar o meio ambiente é fundamental para o município de Vassouras, pois produzindo alimentos orgânicos de forma sustentável, e mantendo o homem no campo, são gerados produtos de qualidade, o que posteriormente diminui os gastos com a saúde.

Clique aqui e conheça também o projeto Orgânicos do Vale do Instituto São Fernando.


23.05.2009.Agroecologia, Institucional

Semana do Alimento Orgânico divulga produção orgânica do município de Vassouras e forma novos consumidores

Semana do Alimento Orgânico, Vassouras - maio 2009

Banner com vantagens e benefícios do alimento orgânico

Aconteceu na última semana de maio de 2009 a quinta edição da Semana do Alimento Orgânico, desenvolvida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e segunda edição em que participou o município de Vassouras, com o patrocínio e apoio gerencial do Instituto São Fernando. O evento visa ao fortalecimento e divulgação da produção orgânica no município de Vassouras, criando e educando novos consumidores.

O produtor Georgino Avelino Neto, da fazenda Galo Vermelho, destaca a importância da Semana do Alimento Orgânico para chamar a atenção ao fato de que geralmente se consome o que não é tão saudável. Substituir essa prática pela busca por uma melhor alimentação, consumindo mais produtos orgânicos, ajuda a prevenir doenças.

Semana do Alimento Orgânico, Vassouras - maio 2009

Produtores e os produtos orgânicos

Esta foi uma feira especial, por ter sido a primeira vez que durou toda uma semana. Com barraquinhas expostas na praça principal de Vassouras, participaram do evento produtores das seguintes fazendas: São Fernando, Vila Serena, Sitio Primor, Galo Vermelho. Além de venderem seus produtos, a produtora D. Mariana ofereceu uma aula ao ar livre sobre diversas maneiras de se preparar saladas orgânicas, a qual fez muito sucesso. A semana também contou com a participação de músicos do Programa de Integração pela Música. O público também foi agraciado com brindes do evento e o sorteio de cestas.

Durante a semana também foi realizada uma Oficina com Merendeiras, oferecida pelo ISF no espaço do SENAI para 19 participantes, que aprenderam a utilizar melhor os alimentos orgânicos no seu dia a dia. Foram utilizadas receitas dos próprios moradores da cidade.

População de Vassouras comparece à Semana do Alimento Orgânico 2009 em Vassouras

População de Vassouras comparece à Semana do Alimento Orgânico 2009 em Vassouras

O público principal da feira foi composto por professores e alunos, que posteriormente retornavam com seus pais. “Percebe-se que o aluno hoje educa os pais, pois desde cedo se preocupam com questões de sustentabilidade e educação ambiental”, salienta Georgino. Durante o evento era feito o cadastro de potenciais clientes para cestas a domicílio, a serem entregues nas cidades de Vassouras e Rio de Janeiro.

Segundo Marcos Nogueira, gerente da fazenda São Fernando, a audiência da Semana foi muito boa. “Houve uma expectativa de que aconteceria a Semana de Orgânicos todos os sábados, tanto que repetimos no outro sábado devido ao sucesso”, comemora Marcos. Dentre os resultados da Semana, percebe-se uma frequência cada vez maior, e também um grau de conhecimento maior do próprio público, que faz perguntas mais elaboradas.

Conheça aqui o projeto Orgânicos do Vale, o qual apoia a Semana do Alimento Orgânico.


08.12.2008.Agroecologia

Curso ensina agricultura orgânica a produtores

Dispostos a produzir alimentos mais saudáveis, quinze agricultores do Vale do Paraíba estão participando em Vassouras do Curso de Agricultura Orgânica, que aborda desde práticas de produção e manejo até comercialização de produtos orgânicos. A iniciativa reúne o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto São Fernando (ISF), o Sindicato Rural de Vassouras, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e o Banco do Brasil, com coordenação da empresa de consultoria Agrosuisse.

Com duração de quatro semanas, o curso foi iniciado no dia 14 de novembro. Uma vez por semana, pequenos e médios produtores, além de funcionários de fazendas e agricultores familiares, reúnem-se das 8h às 18h na Fazenda São Fernando, sede do ISF, para aprender, por exemplo, a identificar as espécies de plantas que se adaptam melhor ao tipo de solo da região, bem como o local apropriado para cada tipo de plantio.

Os participantes do curso aprendem ainda a fazer adubo orgânico de qualidade, com base em materiais existentes em suas propriedades; a preparar o terreno observando técnicas de agronomia e medidas de controle de erosão; e a trabalhar respeitando as legislações estadual, brasileira e internacional.

Taila Guimarães, da Agrosuisse, empresa que é parceira técnica do ISF, explica que o programa do curso está direcionado principalmente a produtores rurais que não entendem o que é agricultura orgânica. A maioria dos participantes nunca teve contato com agricultura orgânica”, diz ela. “Nosso objetivo é também inseri-los no movimento orgânico da região”.

Nesse movimento, destaca-se o projeto Orgânicos do Vale, desenvolvido pelo ISF desde 2005. Pioneiro na região, o projeto reúne 13 agricultores, cujos produtos são comercializados numa feira que acontece todo sábado em Vassouras e por meio de cestas entregues em domicílio, em Vassouras e na cidade do Rio de Janeiro. São produtos mais saudáveis para quem produz, para quem consome e para o meio ambiente.

Agricultor que no ano passado produziu 40 mil caixas de tomate em Vassouras, Valdenir Vagas conta que decidiu participar do curso por perceber que a agricultura orgânica é uma boa alternativa para a crise na agricultura convencional. “O produtor precisa passar por uma mudança. A agricultura convencional não está tendo retorno”, diz ele.

Já Odeli Alves Inácio, também produtor em Vassouras, lembrou que os insumos da agricultura convencional, além de prejudiciais à saúde, são caros. “Este é um curso que eu desejava fazer, mas ainda não tinha tido oportunidade”, comentou ele. “A agricultura está mudando e temos que acompanhar essa mudança. Vamos produzir melhor e ainda beneficiar a população”, acrescentou.

Para Carlos Gilson dos Santos, o objetivo de fazer o curso é mais educacional. Funcionário da Escola Municipal Abel Machado, em Vassouras, ele afirmou: “Espero passar para os alunos o que eu aprender aqui.” A escola cultiva uma horta orgânica, através do projeto Meio Ambiente – Adubo e Horta Orgânica, que já é conhecido internacionalmente. Ao participar de um intercâmbio entre escolas de vários países, a Abel Machado divulgou seu projeto, que acabou sendo adotado por uma escola australiana.


19.09.2008.Agroecologia

Projeto Orgânicos do Vale ganha associação

Os treze produtores do projeto Orgânicos do Vale deram um passo crucial no dia 19 de setembro ao aprovarem por unanimidade a criação da Associação Orgânicos do Vale. Ao constituírem uma figura jurídica para representá-los, os produtores buscam dar mais sustentabilidade ao projeto do Instituto São Fernando, bem como ampliá-lo, atraindo outros agricultores dispostos a cultivar alimentos mais saudáveis e que beneficiam o solo. A decisão foi tomada em reunião na sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Vassouras.

“Demos um grande passo. Essa decisão foi um divisor de águas”, disse o diretor-presidente da nova associação, Marcos Antônio de Araújo Nogueira, gerente da Fazenda São Fernando. Segundo ele, a evolução do projeto levou à necessidade de criar uma figura jurídica para o grupo, até então representado pela Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Vassouras (Aciav). “Isso facilitará a adesão de outros produtores ao projeto. Além disso, o acesso à comercialização dos produtos e à compra de insumos será muito maior”, destacou Nogueira.

Para o diretor-presidente, a criação da Associação Orgânicos do Vale facilitará também o acesso à assistência técnica aos produtores e contribuirá para a difusão da agricultura orgânica na região. “Esta é uma agricultura que respeita o produtor, o meio ambiente e o consumidor”, enfatizou Nogueira.

Atualmente, a rede Orgânicos do Vale comercializa seus produtos numa feira que acontece todos os sábados no centro de Vassouras. Faz ainda entregas de cestas semanalmente em cerca de 50 domicílios do município e 20 na cidade do Rio de Janeiro. Com a criação da associação, Nogueira espera que até o início do ano que vem o número de entregas em domicílio suba para aproximadamente 80 em Vassouras e 40 no Rio.

Produtora agrícola e diretora-tesoureira da nova associação, Mariana Mendes Cronemberger disse que “para todo produtor, é muito bom formar uma associação, porque isso abre o mercado. Fica mais fácil conseguir as coisas, trocar idéias e receber assistência técnica.” Proprietária da Fazenda Floresta, em Miguel Pereira, Mariana ingressou no Orgânicos do Vale em março e logo se tornou uma ativa participante do projeto. “É muito mais fácil fazer as coisa em grupo. Isso só melhora nosso trabalho”, enfatizou.

Outro produtor de alimentos orgânicos entusiasmado com a iniciativa é Georgino Avelino Neto, da Fazenda Galo Vermelho, em Vassouras. Diretor-secretário da nova associação, ele afirma que a mudança representa “uma boa intenção acompanhada de uma ação”. Com a associação, disse Avelino, “você começa a ter corpo e cabeça. A cabeça é a comercialização, que é um dos grandes gargalos da atividade produtiva.”

Lembrando que Vassouras tem uma grande vocação para a horticultura, Avelino assinalou que a Associação Orgânicos do Vale “fortalece uma futura identidade da região, e com uma atividade altamente benéfica.” Para ele, “é muito bom reunir um grupo com uma tendência a crescer, buscando uma identidade e abrindo novos horizontes para a utilização da terra”.

Iniciado em 2005 na região de Vassouras, o Orgânicos do Vale visa a produzir alimentos mais saudáveis, preservar a natureza e gerar renda para o trabalhador no campo. No projeto, o ISF tem como parceiros o Sebrae, o Programa Empreender da Aciav, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Enbrapa) e a Federação das Associações Comerciais do Estado do Rio de Janeiro (Facerj). Além disso, conta com a empresa de consultoria Agrosuisse para traçar estratégias e oferecer assistência técnica aos produtores.